.

Piadas de políticos.

No meio da tarde, toca o telefone da Casa Branca.
- Por gentileza, eu posso falar com George Bush?
- Quem gostaria? - pergunta a estagiária.
- Aqui é o Osama!
- O... Osa... Osama Bin Laden? - grita ela, eufórica.
- Sim, minha filha... Mas chama ele logo que eu não tenho todo o tempo do mundo!
- Er, um minuto só! - diz a garota, correndo pela sala oval e gritando o nome do presidente, que voa para o telefone:
- Hello, hello...
- Calma Bush, aqui é o seu amigo Laden!
- Seu, seu... O que você quer?
- Eu liguei para lhe dar duas notícias, uma boa e outra ruim.
- Fala logo! Qual é a boa?
- A boa é que eu vou me entregar... Estou indo pros Estados Unidos amanhã...
- Sério? E a ruim?
- A ruim é que eu vou de avião!

A jornalista entrevista um famoso deputado:
- Deputado, o senhor pode nos dizer como começou a sua carreira de político?
- Ah! Foi logo na infância... eu ainda estudava no primário...
- No primário?! - espantou-se a jornalista.
- Sim! Um dia meu pai me chamou e disse: "Filho, a partir de hoje eu vou lhe dar mil cruzeiros toda as vezes que você tirar uma nota maior que 7". Então, eu cheguei para a minha professora e falei: "Escuta, dona Clotilde, a senhora não gostaria de ganhar quinhentos cruzeiros de vez em quando?".

Um garotinho de 5 anos queria ganhar 100 reais e rezou durante 2 semanas para Deus. Como nada acontecia, ele resolveu mandar uma carta para o Todo-Poderoso com seu pedido. O correio recebeu uma carta endereçada para "Deus-BRASIL" e resolveram manda-lá para o Presidente da República. O presidente ficou muito comovido com o pedido e resolveu mandar uma nota de 10 reais para o garotinho, pois achou que 100 reais era muito dinheiro para uma criança tão pequena. O garotinho recebeu os 10 reais, e imediatamente, sentou-se para escrever uma carta de agradecimento:
"Prezado Deus, muito obrigado por me mandar o dinheiro que eu pedi, contudo, notei que por alguma razão, o Senhor mandou-o através de BRASÍLIA, e como sempre, aquele pessoal ficou com 90% do que era meu!

O sujeito esta dirigindo seu carro quando um policial o aborda. Educadamente, o sujeito abaixa o vidro e pergunta:
- O que houve seu guarda?
- Não sei se o senhor ficou sabendo, mas seqüestraram o Severino. Os seqüestradores estão pedindo 600 mil reais pelo resgate, e caso o dinheiro não seja pago, eles jogarão gasolina no Severino e o queimarão vivo. Portanto estamos pedindo ajuda aos motoristas. O senhor gostaria de contribuir?
- Quanto na média estão doando?
- Entre 5 e 6 litros.

Dia destes, um político, eternamente em campanha, vai visitar uma escola da periferia.
Ao passar diante de uma das classes, ele ouve a garotada debruçada na carteira, escrevendo e falando ao mesmo tempo:
- Eu malufo, tu malufas, ele malufa, nós malufamos...
Impressionado, ele vira-se para a diretora e observa:
- Você deve estar orgulhosa destes meninos! Eles são ótimos!
- Nem todos - desconversa a diretora. - Nem todos! Outro dia pegamos um deles malufando um refrigerante da cantina.

George W. Bush tentava convencer o Tony Blair a continuar os ataques ao Iraque e diz ao aliado:
- Blair, não vai dar erro, vai por mim...
- E a opinião pública internacional, Bush?
- Não esquenta. Ouça o meu plano. Vamos prender só mais 3 milhões de iraquianos e um vendedor de bicicletas.
- Um vendedor de bicicletas, Bush? Por quê?
- Está vendo? Ninguém se preocupa com os 3 milhões de iraquianos.

Depois de tanto escândalo de corrupção em São Paulo, o prefeito mandou instalar na porta da Prefeitura um alarme que parecia um relógio. Toda vez que passava um corrupto perto dele, o ponteiro maior dava uma volta inteira.
O alarme acabou virando ventilador!

Maldade que circula na internet.
Um deputado contraiu febre aftosa.
A notícia boa: será preciso abater toda a manada.

Aquele político velho de guerra estava sendo julgado por corrupção.
Enquanto transcorria o julgamento ele aguardava em sua casa
nervosamente. De repente, toca o telefone e o advogado
encarregado da sua defesa, diz, sem esconder a euforia:
- Doutor, finalmente a justiça foi feita!
- Então, vamos apelar! - emenda o safado.

Aquele governador candidato à reeleição estava em seu escritório, quando a secretária avisa:
- Governador, tem um eleitor cego aqui fora querendo lhe ver.
E ele responde:
- Aí já é demais! Diz a ele que eu ainda não estou fazendo milagres!!!

Piadas Separadas Por Categorias:

Piadas Ilustradas:

Publicidade: